Site Overlay

Natura lidera altas do pregão ao subir quase 6%; Yduqs fica com a maior queda

As ações da Natura ficaram no topo das altas do Ibovespa no pregão desta sexta-feira ao avançarem 5,91%, negociadas a R$ 27,96.

A BRF também subiu após propor a seus acionistas um aumento de capital por meio da emissão de 325 milhões de novas ações ordinárias, assim como a Marfrig em meio ao anúncio de pagamento de dividendos.

Na outra ponto do indicador, as ações da Yduqs e da Getnet fecharam com forte declínio.

O GPA e o Assaí encerraram em queda após os membros independentes do conselho de administração das empresas aprovarem o contrato de cessão de direitos de exploração de pontos comerciais entre as companhias.

A Enauta também despencou depois que informou a perfuração de um poço adicional no Sistema de Produção Antecipada (SPA) do Campo de Atlanta, que deve entrar em produção no início de 2023.

No acumulado da semana, os papéis da Vale tiveram a maior valorização, enquanto o Banco Pan ficou com o pior desempenho. Confira os destaques registrados no dia e na semana:

BRF

A BRF (BRDS3) avançou 5,39%, para R$ 21,50. Na máxima do dia, a ação da empresa chegou a ser negociada a R$ 22,67, um avanço de 11% ante o pregão de ontem. A empresa anunciou na noite da véspera que propôs a seus acionistas um aumento de capital por meio da emissão de 325 milhões de novas ações ordinárias, potencialmente levantando R$ 6,63 bilhões.

Segundo a companhia, R$ 500 milhões da oferta seriam destinados ao capital social e o restante do valor à formação de reserva de capital.

Marfrig

Já a Marfrig (MRFG3) desacelerou e encerrou em alta de 3,71%, para R$ 23,78, a companhia comunicou ontem a aprovação da distribuição de R$ 830,1 milhões em dividendos aos acionistas. O valor por ação ordinária é de R$ 1,25.

Yduqs e Getnet

As ações da Yduqs (YDUQ3) fecharam com a maior queda do dia, com recuo de 8,29%, para R$ 21,69. Na sequência ficaram as units da Getnet (GET11)  ao recuarem 6,08%, a R$ 3,40.

GPA e Assaí

O Grupo Pão de Açúcar (PCAR3), que mais cedo chegou a registrar queda de 3,55%, finalizou o pregão com recuo de 0,60%, para R$ 23,25 enquanto o Assaí (ASAI3), que chegou a operar em alta, virou e fechou com uma perda de 0,55%, a R$ 14,46. As companhias informaram nesta quinta-feira que os membros independentes do conselho de administração de ambas aprovaram o contrato de cessão de direitos de exploração de pontos comerciais entre as companhias.

A venda de 17 imóveis próprios do GPA por até R$ 1,2 bilhão a um fundo imobiliário com a interveniência e garantia do Assaí, está em fase avançada de due diligence e será submetida em breve à aprovação das autoridades concorrenciais, segundo as empresas.

Enauta

A Enauta Participações (ENAT3) declinou 6,38%, para R$ 13,64. A empresa informou que aprovou a perfuração de um poço adicional no Sistema de Produção Antecipada (SPA) do Campo de Atlanta, que deve entrar em produção no início de 2023 permitindo “um aumento significativo” da extração no local. O valor estimado do poço é de US$ 75 milhões.

Destaques da semana

Maiores quedas Em %BPAN4-22BIDI11-19,2BIDI4-17,3 Maiores altas Em %VALE339,4BEEF315LAME412,4

Veja também