Site Overlay

Powell cita risco da variante Delta e não dá prazo para redução de estímulos

A economia dos Estados Unidos continua a progredir em direção às condições estabelecidas pelo Federal Reserve para reduzir seus programas emergenciais da era da pandemia, disse o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, nesta sexta-feira, em comentários que defenderam a visão de que a atual alta da inflação provavelmente passará e não chegaram a sinalizar o momento de qualquer mudança efetiva na política monetária.

Em comentários preparados para discurso na conferência de banqueiros centrais de Jackson Hole, Powell sinalizou que o Fed permanecerá paciente à medida que tenta trazer a economia de volta ao pleno emprego, repetindo que deseja evitar controlar uma inflação “transitória” e potencialmente desencorajar o crescimento do emprego no processo -defendendo a nova abordagem de política monetária do Fed que Powell introduziu há um ano.

Sobre a decisão potencialmente iminente do Fed de começar a reduzir seus US$ 120 bilhões em compras mensais de ativos, Powell disse que as semanas desde a reunião de julho do Fed “trouxeram mais progresso” na recuperação do mercado de trabalho, com quase um milhão de empregos criados, e que o progresso deve continuar.

Veja também