Site Overlay

Siderúrgicas lideram quedas do Ibovespa na semana

As siderúrgicas e mineradoras embalaram as quedas da semana do Ibovespa, principal índice negociado na B3. A Usiminas liderou a lista ao cair 19,15% nos últimos cinco dias, seguida de CSN, Gerdau e Vale. O cenário corroborou para a queda de 2,59% do índice na semana.

O declínio ocorre em meio a divulgação de dados econômicos da China, que é a maior compradora de minério de ferro mundial, abaixo das expectativas do mercado. De acordo com informações da Reuters, o país cresceu 6,4% em julho sobre o mesmo período do ano anterior, mas os analistas esperavam aumento de 7,8%.

Segundo Fernando Ferrer, analista da Empiricus Research, o minério de ferro registrou nesta semana queda de 40% desde maio, quando atingiu recorde histórico de preços.

“O cenário indica que aquele crescimento que estavámos imaginando da economia chinesa e de consumo das matérias-primas será menor e isso afeta diretamente não só as mineradoras de ferro como Vale, BHP e Rio Tinto, como as siderúrgicas, porque o preço do aço acaba sendo impactado também”, acrescentou.

Em relatorio divulgado em maio deste ano, o banco Safra informava que menos crescimento na China é um sinal de alerta para os países exportadores de commodities, como o Brasil, já que as altas nos preços de commodities impulsionam as exportações dos países produtores, melhorando os saldos comerciais.

A desaceleração atual na China, portanto, poderia levar a uma reversão parcial desses movimentos. “Essa reversão pode sugerir a necessidade de aperto monetário em uns tantos países exportadores de commodities, na América Latina e em outros continentes, a exemplo do que o Brasil vem fazendo desde o começo de 2021”, alertava o banco.

Veja abaixo as principais variações da semana entre as companhias que integram o Ibovespa:

TickerVariação na semana em %Usiminas (USIM5)-19,15CSN (CSNA3)-13,31Gerdau (GGBR4)-10,13Vale (VALE3)-9,93